9 benefícios surpreendentes do café

O café tornou-se objeto de milhares de pesquisas nos últimos anos. Conhecido como um estimulante, ele tem também muitas outras propriedades. Aqui estão algumas das estatísticas mais interessantes sobre o café para uma vida mais saudável.

 

1. Reduz a mortalidade

Pelo menos 5% das pesquisas revelam que o consumo de café está associado a uma diminuição do risco de mortalidade em homens e mulheres. Por exemplo, uma pesquisa longa e de grande escala, que estudou mais de 400.000 pessoas, revelou que quanto mais café é bebido, menor é o risco de mortalidade. Pelos resultados da pesquisa, homens que bebiam de 4 a 5 xícaras por dia apresentaram indicador de 12%. Tomando mais de 6 xícaras por dia, diminuiu a mortalidade em mais 10%. Quanto às mulheres, os números podem ser ainda um pouco maiores.

 

2. Melhora o equilíbrio do colesterol

O café contém antioxidantes que podem equilibrar o nível de colesterol total, aumentar o “bom” colesterol HDL e diminuir inflamações relacionadas a doenças do coração. Em um dos estudos, os bebedores de café foram convidados a aumentar a sua ingestão para 4 e, em seguida, 8 copos por dia. Esta dose melhorou a relação entre o colesterol LDL (“mau”) e o HDL em mais de 8%.

 

3. Diminui a síndroma metabólica

A síndrome metabólica é um dos problemas de saúde mais graves e muito comum no mundo; ela pode aumentar os riscos de insuficiência cardíaca e diabetes. Beber café é bom para a queima de gordura e potencialmente afeta a composição corporal e reduz o risco de diabetes.

 

4. Benéfico para os sistemas reprodutivos

Muitos estudos têm mostrado que o consumo regular de café pode reduzir o risco de câncer de próstata em homens e risco de câncer do endométrio em mulheres. Em 2011, uma das pesquisas descobriu que os homens que consumiram mais de 6 xícaras de café por dia tiveram reduzido o risco de câncer de próstata em quase 20%. Quanto às mulheres, um estudo publicado no Journal Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention, mostrou que as participantes que bebiam mais de 4 xícaras de café por dia apresentaram redução do risco de câncer do endométrio em quase 25%.

 

5. Saúde vascular

Vários estudos mostraram que a cafeína pode melhorar a saúde dos vasos sanguíneos à medida que aumenta a produção de óxido nítrico no endotélio, melhorando o tônus muscular vascular. O café também mantém a pressão arterial saudável e reduz a pressão sanguínea em longo prazo. Mesmo que o consumo de café com cafeína pode aumentar a pressão arterial aguda de curto prazo, a normalização ocorre logo que a cafeína é metabolizada.

 

6. A cafeína pode fazer você mais forte

Cientistas esportivos testaram suplementos de cafeína no desempenho atlético e descobriram que se você receber uma dose certa de cafeína antes do treino (na forma de suplemento, porque a dose necessária de ingestão de cafeína seria de 6 a 9 copos para um atleta 90kg), o seu desempenho atlético será muito maior. Os estudos mostram que a cafeína age diretamente sobre os músculos e gera mais potência e força.

 

7. Melhora a composição do corpo e facilita a queima de gordura

Há muitas evidências de que o café pode aumentar a sua taxa metabólica e ajudá-lo a queimar mais calorias, fazendo com que o corpo queime gordura em vez de glicose para produzir energia. Além disso, o café pode reduzir o açúcar no sangue e melhorar a sensibilidade à insulina.

No passado recente, o efeito da perda de gordura através do consumo de café não foi estudado extensivamente, mas um estudo constatou que o consumo de 500ml de café por dia durante um mês produziu 2,5kg de perda de peso. O mais eficaz é, provavelmente, um extrato de café verde, que vem a partir de um café não torrado e que pode ser adicionado a qualquer bebida. Um estudo revelou que uma alta dose de extrato de café verde pode levar a perda de 8kg e 4,4% de gordura corporal em apenas um mês, muito impressionante, não?

 

8. Ganho cerebral

Alguns dos estudos sugerem que o consumo moderado de café (1 a 5 xícaras por dia) pode reduzir o risco de demência e doença de Alzheimer, assim como a doença de Parkinson. O fato é que o café contém antioxidantes que podem impedir danos a algumas células cerebrais. Estudos preliminares relataram que isso reduz a incidência de glioma – uma das formas de câncer cerebral.

 

9. Fígado saudável

Esta questão não tem sido extensivamente estudada, mas um dos estudos mostrou que os bebedores de grandes quantidades de café apresentaram uma menor incidência de cirrose e outras doenças hepáticas. A análise de nove estudos sobre o assunto revelou que a cada aumento de 2 xícaras de consumo diário de café resultou em 43% menor risco de câncer de fígado. Possível razão: a cafeína e os antioxidantes no café previnem a inflamação do fígado e desenvolvimento de células cancerígenas.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.