Alimentos que ajudam a controlar a ansiedade

Situações diversas do nosso cotidiano mexem com nosso emocional, por isso é difícil não ficar nervoso ou ansioso dependendo da situação. Saiba que alguns alimentos também podem ajudar a controlar essa ansiedade do dia-a-dia. Confira nesse artigo um pouco mais sobre esses alimentos e saiba também quais são os alimentos que podem ajudar a controlar a ansiedade. No final desse artigo, veja se vale a pena começar uma medida preventiva com esses alimentos, afim de prevenir algo mais sério relacionado à ansiedade.

O que é ansiedade, afinal?

A ansiedade é uma das emoções humanas. É normal, todos já a experimentamos, e ela ainda se apresenta, às vezes, quando somos confrontados com algum problema, diante de alguma decisão importante, e tantos outros são os motivos que podem desencadeá-la.

A ansiedade poderá ser passageira, ou se agravar e passar a fazer parte de doenças mais sérias.

Não iremos nos aprofundar no tema, mas, para esses casos mais simples e momentâneos, poderemos fazer uso de alguns alimentos que diminuem a ansiedade.

Ansiedade engorda?

 

O sentimento, por si só, não engorda. O que faz com que a pessoa ansiosa ganhe peso é a fuga para os alimentos calóricos, como chocolate, doces, pizzas, sorvetes ou batata frita.

As pessoas ansiosas costumam focar a solução dos seus problemas nesse tipo de alimentos. Ao engordarem, entram num ciclo vicioso e isso parece não ter fim.

A boa notícia é que existem alimentos que diminuem a ansiedade, com qualidade, saudáveis, que poderão ajudar bastante.

Quais são os alimentos que diminuem a ansiedade? 

1. Laranjas

Por ser fonte de vitamina C, costuma fazer parte do café da manhã de algumas pessoas, no entanto, talvez o que a maioria das pessoas desconheça é que a vitamina C reduz o cortisol – o hormônio do estresse. Para que o efeito seja mais intenso, consuma o suco “in natura”, sem açúcar.

2. Água

Parece estranho, mas há estudos que provam que o baixo consumo de água afeta, em média, 25% das pessoas ansiosas, maximizando seus sintomas.

3. Peixes

Comer mais peixe é uma decisão que beneficia o organismo como um todo. Uma dieta rica em peixes, principalmente salmão, trará ômega 3, que é um dos ácidos graxos que ajudam a manter o cortisol e a adrenalina sob controle. Os peixes são ótimos alimentos que diminuem a ansiedade.

4. Peito de peru

Além de ser uma carne com pouquíssima gordura, o peito de peru é rico em triptofano. Esse aminoácido dá sinais para o cérebro produzir serotonina, que é um neurotransmissor, que quando em desequilíbrio, provoca ansiedade, irritabilidade, alterações de humor, crises de choro, e etc.

O triptofano presente no peito de peru promoverá bem estar, fazendo os sintomas da ansiedade desaparecerem rapidamente.

5. Proteínas

As proteínas estimulam a produção de noradrenalina e dopamina. Essas substâncias, assim como a serotonina, melhoram o humor, trazendo sensação de bem estar. Boas fontes de proteínas são encontradas nas carnes magras, iogurtes magros, peixes, ovos, derivados lácteos, nozes, soja, lentilhas e feijões.

6. Algas

Excelente opção de alimento. As algas têm elevado teor de magnésio e triptofano. Promoverão os mesmos efeitos benéficos à ansiedade, mencionados acima.

7. Aveia

Outro alimento indutor de serotonina, além de fibras e tantas outras propriedades. Dê preferência à aveia em flocos grossos, porque levarão mais tempo para serem digeridas, e dessa forma, seu efeito relaxante e tranquilizante durará mais tempo.

8. Aspargos

Alguns casos de depressão estão associados a baixos níveis de ácido fólico. O aspargo é um vegetal rico nesse tipo de ácido. Em apenas uma xícara de aspargos, encontraremos 70% dos valores diários de ácido fólico, necessários para uma boa saúde.

9. Amêndoas

Além de deliciosas, são ricas em óleos saudáveis, vitaminas B2 e E, configurando-se ótimos alimentos que diminuem a ansiedade. O consumo diário de ¼ de xícara de amêndoas trará benefícios para todo o organismo, inclusive este.

10. Abacate

As células cerebrais e os nervos precisam de vitaminas do complexo B para se manterem saudáveis. A deficiência de vitamina B poderá provocar ansiedade. O abacate é fonte importante dessas vitaminas, além da gordura saudável monoinsaturada.

11. Espinafre

Muitos torcem o nariz quando estão diante de espinafre. O que poucos sabem é que ele tem muito magnésio, que é um mineral que regula os níveis de cortisol, e por esse motivo, promove sensação de bem-estar.

12. Mirtilo

Uma das causas da ansiedade está ligada ao estresse. É nessa hora que precisamos de antioxidantes para proteger nossas células. Os pequenos mirtilos são um poderoso antioxidante, capazes de combater o estresse e aliviar a ansiedade.

13. Ostras

Algumas pesquisas correlacionam o desequilíbrio entre cobre e zinco como um dos fatores desencadeadores de ansiedade. Esses minerais agem sobre o neurotransmissor ligado ao estresse. As ostras são alimentos que diminuem a ansiedade por serem bastante ricas nesses nutrientes.

14. Kefir

Na medicina funcional, o intestino é considerado o “segundo cérebro”. Também está ligado à produção de serotonina, portanto, a saúde do intestino está diretamente vinculada ao bem estar.

Seu mau funcionamento altera a química do cérebro, gerando ansiedade. Por esse motivo, o kefir, por ser um excelente probiótico natural, promoverá o bom funcionamento intestinal, permitindo, dessa forma, a melhora do organismo como um todo, incluindo os fatores emocionais.

15. Chocolate

Talvez, dos alimentos que diminuem a ansiedade, o chocolate seja o mais consumido. Porém, seu alto valor calórico deve desestimular seu consumo em grandes quantidades. Os amargos são os mais saudáveis, mesmo assim, não se deve exagerar.

Que outros alimentos contêm triptofano?

Já falamos da atuação do triptofano e como ele traz benefícios nos quadros de ansiedade. Há outros alimentos onde podemos encontrá-lo: frango, banana, soja, queijos, nozes, manteiga de amendoim e sementes de gergelim.

Alimentos que devem ser evitados

Como vimos acima, existem alimentos que diminuem a ansiedade, porém, há também os que a elevam. Aos propensos a momentos de ansiedade, é fundamental ficar longe de carboidratos de alto índice glicêmico, frituras, açúcares, bebidas alcóolicas, café em excesso.

Considerações finais 

Obviamente, os alimentos acima poderão ajudar a amenizar sintomas ocasionais de ansiedade. Casos mais graves exigirão acompanhamento médico.

Além de uma alimentação correta, a ansiedade poderá ser amenizada com mudanças no estilo de vida, prática de atividades físicas, e melhor entendimento dos fatores que a desencadeiam.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.