Combata o diabetes com plantas

 

Você já viu como o espinafre reduz de tamanho quando é cozido? Comer uma dieta repleta de espinafre e outras plantas pode ser capaz de também reduzir o risco de desenvolver diabetes.

 

Estudos anteriores associaram a dieta vegetariana com a melhoria da saúde, mas estudo recente é o primeiro a fazer distinções entre dietas baseadas em plantas e dietas que incluem alimentos adocicados e bebidas. O estudo também considerou o efeito da inclusão de alguns alimentos de origem animal na dieta.

 

Os pesquisadores da Harvard acompanharam mais de 200 mil profissionais de saúde nos EUA por mais de 20 anos, que preencheram regularmente questionários sobre sua dieta, estilo de vida, histórico médico e novos diagnósticos de doenças como parte de três grandes estudos de longo prazo. Eles avaliaram as dietas dos participantes usando um índice dietético em que os alimentos derivados de plantas obtém escores mais altos e os derivados de animais obtém escores mais baixos.

 

Uma elevada aderência a uma dieta baseada em plantas com baixa adição de produto de origem animal ficou associada a um risco reduzido de 20% de diabetes tipo 2, em comparação com a baixa adesão a esse tipo de dieta. Uma dieta baseada em plantas (sem alimento de origem animal) ficou associada a um risco de diabetes 34% menor, enquanto uma versão menos saudável – incluindo alimentos como grãos refinados, batatas e bebidas açucaradas – ficou associada a um risco de 16% maior.

 

Mesmo reduzindo modestamente o consumo de alimentos de origem animal – por exemplo, de cinco a seis porções por dia para cerca de quatro porções por dia – foi associado à menor incidência de diabetes.

 

“Este estudo ressalta que até mesmo mudanças alimentares moderadas na direção de uma dieta saudável baseada em plantas podem desempenhar um papel significativo na prevenção do diabetes tipo 2”, Ambika Satija, pós-doutoranda no departamento de nutrição de Havard e principal autora do estudo, afirmou no comunicado. Os resultados foram publicados na revista PLOS Medicine.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.