Como evitar estrias na gravidez

A pele tem características elásticas, que permitem que ela se estique na medida em que se engorda ou cresce, porém, essa elasticidade tem um limite e se esse esgarçamento for progressivo, contínuo e acontecer de maneira muito súbita, a pele não é capaz de acompanhar esse crescimento e acaba sofrendo lesões nas fibras elásticas. Essas lesões deixam cicatrizes na pele, que são as estrias.

No primeiro momento as estrias são vermelhadas ou arroxeadas e tendem a perder a sua coloração com o tempo, ficando brancas.

O aparecimento de estrias durante o período de gestação é muito usual e chega a acometer em 70 a 90% das gestantes, principalmente a partir do sexto mês que é quando a barriga começa a crescer mais e rapidamente. As estrias são mais comuns nas regiões da barriga e seios, porém se na gestação ocorrer ganho de peso muito grande, as estrias podem surgir também nos quadris, nádegas e até nos braços.

 

É possível prevenir estrias na gestação?

Não existe uma prevenção que seja 100% efetiva e além disso, na gravidez é impossível controlar o quanto a área abdominal vai crescer, o que torna a prevenção das estrias nesse período ainda mais difícil. Porém existem alguns cuidados possíveis durante a gestação que contribuem para reduzir as chances de aparecimento das estrias. Confira:

 

  • Usar cremes ou óleos hidratantes todos os dias:

Utilize os cosméticos que tenham vitamina E e que possibilitam uma hidratação profunda. Verifique a composição dos cremes e óleos antes de usar, pois algumas substâncias não são indicadas para gestante. Sempre que possível, prefira os produtos próprios para gestantes, que contém ativos específicos para ajudar nessa prevenção.

 

  • Utilize roupas íntimas apropriadas:

As lingeries próprias para gestante contam com um suporte especial para a barriga e os seios, auxiliando na sustentação da pele, o que pode diminuir as chances de estrias. É importante evitar o uso de roupas intimas apertadas, pois isso pode comprometer a circulação sanguínea e favorecer o surgimento de estrias.

 

  • Controle o peso no período de gestação:

Evitar o ganho de peso excessivo durante a gestação é uma medida saudável para a mãe e para o bebê, além disso, contribui para reduzir as chances de desenvolver estrias. Além disso, ingerir muito líquido, principalmente água, é indispensável, assim se mantem a hidratação e elasticidade da pele em estado adequado.

Por isso, é importante manter uma dieta equilibrada e saudável, evitando os alimentos refinados, com alto teor de sódio, gorduras e aditivos químicos, como corantes e conservantes.

 

  • Realize massagens regulares nas áreas com maior risco:

A massagem na área da barriga, considerada a mais afetada, contribui para melhora da circulação sanguínea e elasticidade. Essa prática deve ser diária e em conjunto com creme ou óleo hidratante.

 

  • Consuma alimentos fontes de vitamina c e e:

A vitamina C tem alta capacidade antioxidante, e também é capaz de estimular a produção de colágeno, assim contribuindo para combate às estrias. Essa vitamina é encontrada em alimentos como frutas cítricas, cenoura, abóbora, manga, entre outros.

Já a vitamina E, que também é antioxidante, contribui com propriedades antienvelhecimento para a pele. Ela está presente em grande quantidade em alimentos como as castanhas (nozes, castanha do Pará e amêndoas), semente de girassol, azeite de oliva, abacate.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.