Dez incríveis dicas sobre o alho

Lá está ele, sentado na sua prateleira possivelmente ao lado da cebola, com jeitinho de mal-humorado, mas sempre se mostrando através de estudos que pode nos ajudar a evitar certos tipos de câncer, diminuir o colesterol e fortalecer nossos sistemas imunológicos durante a temporada de gripe. Estamos falando do alho, o amado superstar da cozinha. “O alho é um dos melhores medicamentos da natureza”, diz Courtney Abrams, uma orientadora de saúde da Roslyn Wellness. “Contém um produto químico chamado allin, que quando mastigado converte-se em alicina, um composto ácido que reage com os radicais livres (os subprodutos da digestão que afetam com o nosso DNA e membranas celulares) e os destroem.” Algumas pessoas devem usá-lo com cuidado, como as que estiverem tomando medicação para diluir o sangue (anticoagulantes) ou propensas a úlceras de estômago. Aqui estão 10 dicas para você obter o máximo do alho, mantendo suas propriedades terapêuticas e prepará-lo mais facilmente.

 

1- GUARDE-O EM UM LUGAR FRESCO, ESCURO E SECO

Quando se trata de armazenamento, o alho tem dois inimigos naturais: umidade e luz solar. O melhor é deixá-lo com a casca na prateleira, fora da geladeira. Abrams recomenda armazenar o alho em um lugar seco, escuro e fresco – certifique-se de que seja um local bem ventilado – podendo assim durar de três a cinco meses.

 

2- DICA PARA DESCASCÁ-LO RAPIDAMENTE

Os chefes de restaurantes sabem há anos que a maneira mais fácil (e mais divertida) de descascar vários dentes de alho ao mesmo tempo é agitá-los vigorosamente. Primeiro, esmague todo o bulbo com o calcanhar de sua mão para separar os seus dentes. Coloque os dentes em um frasco de vidro com tampa rosca ou outro recipiente com tampa dura, em seguida, aja como se estivesse misturando o coquetel favorito de James Bond. A agitação deve separar suas peles dentro de 15 segundos, mas tome nota: esse truque funciona melhor com alho seco.

 

3- DESCASQUE-OS COM ÁGUA QUENTE

Outra maneira rápida de livrar o alho de sua pele é colocar os dentes soltos em uma xícara com água quente. Após alguns minutos, retire-os da água, deixe esfriar e descasque-os facilmente.

 

4- PIQUE-OS BEM PARA UM SABOR MAIS FORTE – FATIE-OS PARA UM SABOR MAIS AMENO

Quanto mais você cortar o alho cru, picando-o finamente ou triturando-o, mais liberará os compostos sulfúricos e óleos essenciais que lhe dão o sabor picante familiar ou pungência. Enquanto que um corte de maneira mais grossa mantém seu sabor mais suave.

 

5- PERMITA QUE DESCANSE ANTES DE COZINHÁ-LO

É inteligente deixar o seu alho descansar de 5 a 15 minutos após picado ou triturado antes de comê-lo ou começar a cozinhar com ele. “A exposição desencadeia uma reação enzimática que irá impulsionar os compostos saudáveis no alho”, diz Abrams.

 

6- NÃO DEIXE SEU ALHO FICAR MARROM

Saltear alho picado pode ser complicado porque seu tempo de cozimento é muito rápido, o que pode fazer com que passe do ponto afetando seu sabor. Se você estiver cozinhando o alho antes de adicionar outros ingredientes, use temperatura baixa e adicione o alho picado antes que o óleo atinja o ponto de fumaça. Caso contrário, uma boa regra é cozinhar os outros aromáticos como cebola ou alho-poró primeiro e adicionar o alho só depois que a cebola tiver suado e tornar-se translúcida.

A fim de maximizar o seu valor nutricional, não cozinhe o alho por muito tempo. Então Abrams sugere esmagá-lo primeiro, deixando-o descansar e colocá-lo na panela no final do tempo de cozimento.

 

7- ESFREGUE UM RECIPIENTE COM ALHO CRU PARA UM TEMPERO AMENO

Aqui está o truque de um velho cozinheiro para adicionar o entusiasmo do alho à sua salada sem deixar seu vinagrete com muita pungência. Corte um dente ao meio e esfregue as duas metades no interior da tigela de salada, antes de adicionar os verdes e molho. Esta técnica funciona particularmente bem para as saladas Caesar, mas você também pode usá-la para dar um sabor em tigelas de arroz ou tigelas de Buda.

 

8- FAÇA SEU PRÓPRIO SAL OU PÓ DE ALHO NO FORNO

Um bom tempero à base de alho pode acordar os sabores nos alimentos assados e grelhados, mas os pós de alho ou sais temperados com alho industrializados podem perder rapidamente o seu sabor e conter conservantes.

Para um sal de alho, pré-aqueça o forno a 180 graus. Em um processador de alimentos processe uma cabeça de alho descascado com um copo de sal kosher por cerca de 20 segundos, e espalhe a mistura uniformemente sobre uma assadeira. Leve ao forno. Uma vez que o alho secou – cerca de uma hora – coloque-o no processador para quebrar os torrões formados.

Para o alho em pó, fatie finamente oito a dez dentes de alho e os coloque em uma forma forrada com papel manteiga. Asse a 150 graus (ou o mais baixo que seu forno possa) até que o alho seque (mas não se torne marrom), cerca de 90 minutos a duas horas. Em seguida, coloque-o em um moedor de especiarias, processador de alimentos ou pilão. Se mantidos em recipiente hermético e longe da umidade, seu pó ou sal de alho caseiro pode se manter por vários meses.

 

9- ESFREGUE SEUS DEDOS EM AÇO INOXIDÁVEL PARA RETIRAR O CHEIRO DE ALHO

A própria pia de aço inoxidável pode ajudar na retirada do cheiro de alho das mãos: as moléculas do aço ligam-se com o resíduo de enxofre que o alho deixa para nas mãos, removendo-o de sua pele. Então, apenas esfregue os dedos no fundo ou nos lados de uma pia ou torneira por alguns segundos. (A mesma técnica também pode funcionar para cebolas e peixes).

 

10- SALVE E REUTILIZE AS PELES

As peles do alho contêm muitos dos mesmos compostos antioxidantes que fazem seus dentes uma potência para a saúde. Você pode usar as peles para fazer um chá de reforço imunológico, podendo ainda adicionar mel e limão. Ou congele as peles, e quando tiver o suficiente, use-as para dar sabor em caldos de carne ou, juntamente com outros aromáticos, caldo de vegetais. Enxágue as peles antes de usar para remover a sujeira. Recomenda-se o uso de alho orgânico para evitar a ingestão de pesticidas usados em alguns alhos convencionalmente cultivados.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.