Dieta e a importância dos “Detalhes”

Muitas pessoas acham que sabem montar um cardápio ou uma suplementação adequada e quando chegam até mim, se surpreendem com a quantia de erros que cometiam e como esses erros atrapalhavam nos resultados. Quando esses são arrumados as diferenças aparecem. A grande questão que sempre cito é interação entre os hormônios e a nutrição, assim como a interação entre macro e micronutrientes.

Pode haver uma grande diferença de resultados entre duas dietas com a mesma suplementação e alimentos. Se os alimentos e a suplementação forem encaixados da maneira mais correta possível, os resultados são totalmente diferentes. As pessoas se preocupam muito com a porcentagem dos macronutrientes e o valor adequado de kcal, porém, a hora e a combinação de cada nutriente exerce um papel muito importante. Existem aqueles que pensam só em kcal, misturam todos os nutrientes até atingirem as kcal diárias, esse modo de fazer dieta teoricamente funcionaria, porém o organismo não funciona de maneira tão perfeita para maioria.

Vamos a um exemplo de um erro grave que as pessoas costumam cometer: “juntar fontes de gordura com fontes de carboidrato em uma refeição”. Quando se come carboidratos o pâncreas libera insulina e ela carrega os nutrientes para a célula, se tiver gordura provavelmente ela vai para o tecido adiposo (obviamente que quanto menor o IG do carboidrato menor a liberação de insulina, assim como a quantidade de fibras, proteínas, gorduras e sensibilidade/resistência do indivíduo a ação da insulina).

Os amantes da contagem de kcal falam que isso não é problema, pois o organismo está em constante processo de armazenamento e quebra de tecido adiposo e o que vai importar, será o balanço energético diário. Porém, a teoria não vira prática em vários casos. A pessoa acumulou essa gordura e nem sempre irá mobiliza-la como recurso energético mais tarde e tudo isso, tem a ver com Hormônios (insulina, tireoide, crescimento e outros)

Vemos isso na prática diariamente, existem inúmeras pessoas com sobrepeso que simplesmente não extrapolam as kcal, elas apenas acumulam uma hora ali outra aqui e não tem o sistema hormonal adequado, assim como as outras refeições diárias adequadas em ordem para mobiliza-las depois. É justamente essa falta de sinergia que faz com que a pessoa tenha mais e mais problemas hormonais, virando um ciclo. Eu dei o exemplo mais simplório possível, mas existem diversos outros e até certos alimentos que as pessoas consomem, que acham normais e saudáveis, os quais alteram todo o sistema a curto, médio e/ou a longo prazo e isso, não é detalhe.

Em suplementação é a mesma coisa. O indivíduo pode ter glutamina, BCAA, vitaminas, minerais e o que for na sua dieta, se eles não tiverem na hora certa e com interações corretas, ele não vai tirar nem metade do proveito desses. Até quando a pessoa usa algum aminoácido para tentar melhorar sono/concentração/bem estar, ele tem que ser ajustado na dose certa para cada objetivo correto. Um exemplo é a taurina que é tão usado no meio esportivo, que consegue ter efeito benéfico e maléfico com doses MUITO semelhantes.

Na área médica também vemos isso com os chamados OFF label, onde o médico receita um medicamento que é utilizado para tratar uma doença X, mas que em doses diferenciadas, pode ter ações benéficas em alguma doença totalmente diferente. Concluindo, quando entramos a fundo nesse mundo, vemos o quão complexo e trabalhoso é tentar fazer algo próximo da perfeição e vemos que a palavra detalhe tem um peso. Não ser metódico é ser preguiçoso e ter o resultado merecido de uma pessoa assim.

Eu mando no geral, algumas observações para meus clientes, um documento, com diversas coisas e achei legal postar aqui, por que não visa só estética, visa também qualidade de vida e saúde como um todo. Mudam muito o resultado e a saúde.

 

Vou postar algumas aqui que me veem em mente de maneira rápida e objetiva:

 

  • Azeite e óleos sempre em lata escura (oxidação de gorduras);
  • Dormir em quarto totalmente escuro e se possível sempre perto das 22:00 (respeito ao ciclo circadiano);
  • Não consumir tomate e derivados se tem objetivo de massa magra  -IGF-1 (o IGF-1 promove parte do anabolismo do corpo, ou seja, contribui com o crescimento e desenvolvimento muscular);
  • Usar sal marinho ou sal do Himalaia (controle de pressão arterial e melhora das adrenais);
  • Tomar Sol ou repor 8000ui de vitaminas D diárias;
  • Não lavar com SABONETE membros que você toma sol para conseguir sintetizar vit D;
  • Stress, se algo te deixa estressado ache uma solução para tirar isso da sua vida. O stress consegue destruir toda a saúde da pessoa e é provavelmente a causa da maioria das doenças;
  • Apague as luzes próximo do horário de dormir, faça atividades leves que não incluem esforço físico/mental, não fique no PC. (melhora do sono e melatonina);
  • Não use óleos de cozinha para fazer a comida, tente fazer as carnes com um pouco de água;
  • Faça detox ou inclua alimentos para fazer desintoxicação na sua dieta;
  • Alcalinize seu organismo.

 

Como sempre digo…

“devemos pensar no ser humano como um todo, não só nas escolhas de alimentos”

 

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.