Adoçantes Naturais: Qual a melhor escolha?

Nós sabemos. Excluir o açúcar refinado da sua alimentação pode ser difícil. Mas saber quão incrivelmente o açúcar pode fazer mal à saúde – principalmente a saúde cerebral, definitivamente faz o esforço valer a pena.

Quando o assunto é o cérebro, o açúcar não está de brincadeira. Pesquisas apontam que a área atingida no cérebro pelo vício em drogas pesadas, é a mesma área vinculada ao vício em açúcar – da onde vem à explicação quase inexplicável pela famosa compulsão por doces. Ou seja, o açúcar condiciona o cérebro, desde o primeiro contato, ao vício. A frutose, presente em grande quantidade nos açúcares, é vinculada a perda de memória e aumento no apetite – diminuindo a sensação de saciedade e provocando aumento da fome.
Mas o açúcar não para por aí. Ele aumenta o risco de doenças cardíacas, é um terreno fértil para bactérias, aumenta os níveis inflamatórios e os riscos de diabetes.

Por sorte, existem algumas alternativas encontradas na natureza que são ótimas para a sua saúde. Os adoçantes naturais são baixos em calorias e tem níveis quase nulos de frutose. Tudo isso mantendo todo o sabor.

 

Stevia:

 

A Stevia é um dos adoçantes mais populares e conhecidos por sua densidade calórica baixa e seu grande poder adoçante. Extraído de uma planta conhecida como Stevia Rebaudiana, essa planta tem sido cultivada por anos devido aos seus fins medicinais.Dos principais compostos encontrados nas folhas de Stevia, destacam-se o esteviosídeo e rebaudiosídeo, ambos mais doces que o açúcar convencional.

 

Benefícios:

  • Diminuição na pressão arterial: A stevia pode ajudar a diminuir a pressão em até 14%.
  • Estudos ligam a Stevia com a diminuição dos níveis de açúcar no sangue, sendo um adoçante incrível para diabéticos.
  • Melhora a sensibilidade a insulina.
  • Reduz os níveis de LDL (colesterol ruim).
  • Reduz o acúmulo de placas de gordura nas artérias.

Eritritol:

 

Encontrado naturalmente em algumas frutas, o Eritritol, feito via processo industrial, é obtido através da fermentação da sucrose – ou sacarose, que vem de fontes como a cana de açúcar e a beterraba. Ele é um adoçante de baixíssima caloria, aproximadamente 0.24kcal por grama. Além disso, seu poder adoçante está na faixa dos 70%.
Como qualquer adoçante ou produto “industrializado” – já que ele só pode ser encontrado em naturalmente em plantas, merece atenção no consumo moderado. O Eritritol não aumenta os níveis de açúcar no sangue, nem eleva a pressão sanguínea, mas ela pode vir a causar problemas digestivos se consumida em excessos. #tudoémoderação

 

Xilitol:

 

O Xilitol é o álcool doce com o gosto mais similar ao açúcar refinado. Ele é mais doce que a sacarose e têm 40% menos calorias.

 

Benefícios:

 

  • O uso de Xilitol vem sido ligado à redução do aparecimento de cáries dentárias.
  • Ele pode ajudar a prevenir a osteoporose, melhorando sua densidade óssea.
  • Ele não eleva os níveis de insulina ou picos de açúcar no sangue.
  • No entanto, como todo álcool de açúcar, se consumido em excesso pode vir a causar problemas digestivos.

 

IMPORTANTE: O Xilitol é extremamente tóxico para cães! Deixe substâncias que contém Xilitol longe do seu pet.

 

Xarope de Yacon:

 

Esse adoçante único, se tornou popular por sua ligação com a perda de peso. Colhido a partir da planta yacon, que cresce naturalmente nos Andes da América do Sul.

 

Benefícios:

 

  • Se tornou popular por sua ligação com a perda de peso;
  • Contém níveis altos de Fruto-oligossacarídeo, fibras solúveis que servem de alimento para as boas bactérias do intestino;
  • Ajuda na constipação.

 

 

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.