Pediatras começam a fechar o cerco a suco de frutas para bebês

Há algum tempo que pediatras sabem que o suco de frutas não é bom para as crianças. O processo de extração do suco concentra muito açúcar em uma pequena quantidade da bebida, elimina uma grande quantidade de fibras saudáveis da fruta, deixando uma substância que pode contribuir para a cárie dentária.

 

É por isso que “a Academia Americana de Pediatria aconselhava os pais a evitar 100% de suco de fruta para bebês menores de 6 meses”, escreveu Catherine Saint Louis no New York Times. Mas, o grupo “endureceu sua posição contra os sucos, recomendando agora que a bebida seja banida inteiramente da dieta de um bebê durante seu primeiro ano”.

 

Esta postura mais dura é uma resposta ao fato de que o suco de fruta ganhou uma reputação muito saudável e “natural”, e muitas pessoas não entendem como ele, de fato, é nutricionalmente inútil. Fiquei surpreso em descobrir que, “em termos de açúcar e calorias, os sucos comerciais são semelhantes aos refrigerantes. Por exemplo, 119mL de refrigerante de limão pode conter 12,6 gramas de açúcar e 46 calorias, um pouco menos do que o suco de maçã”.

 

Este é apenas um útil lembrete de como a nutrição pode não ser tão simples, ou como facilmente podemos ser enganados por campanhas de marketing e por várias heurísticas* que usamos para fazer julgamentos rápidos sobre o que é ou não saudável. “O suco de frutas se origina de frutas, e as frutas são saudáveis, então por que não dar a meu filho?” O raciocínio faz um certo sentido. Mas, como várias outras crenças sobre a nutrição, ele está errado.

 

* N.daT.: Heurísticas são processos cognitivos, conscientes ou não, que ignoram parte da informação, para se tomar decisões rápidas ou mais facilmente.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dra Ritz - © 2015 - Todos os direitos reservados.