Trate a indigestão crônica naturalmente

Se você sofre com os sintomas da indigestão crônica e tem uma doença cardíaca, siga este programa. Dentro de semanas, você notará uma mudança para melhor:

Coma de 5 a 9 porções de frutas e legumes frescos diariamente. Coma metade das porções cruas, a outra metade levemente cozidas. Os alimentos crus contêm enzimas que promovem uma melhor digestão de proteínas, gorduras, carboidratos e fibras solúveis. Evite alimentos que foram ao micro-ondas. Eles não contêm enzimas vivas.

 

Faça suco, pelo menos, duas vezes por semana. Tomar suco natural (sem filtrar) permite ingerir rapidamente as enzimas que impulsionam energia e evitam a indigestão crônica. Os sucos também são ótimos para o funcionamento intestinal.

Tome suplementos de enzimas digestivas. Os suplementos que eu gosto têm extratos vegetais de enzimas, gengibre, pimenta, bromelina, lactase e carboidratos que suportam as bactérias amigáveis no trato gastrointestinal.

Consuma alimentos verdes. Os verdes ajudam a apoiar o trato gastrointestinal e bactérias boas (acidophilus e bifidus), no intestino que evitam indigestão crônica, promovem a eliminação e mantém a saúde do cólon.

Beba oito copos de água filtrada por dia. A água ajuda a promover a saúde digestiva pela liberação de toxinas através dos rins. Isso também evita a desidratação, o que pode provocar a constipação.

Limite os medicamentos gástricos. Não use antiácidos regularmente. Muitos contêm alumínio, um mineral desagradável que pode causar indigestão crônica e promover a doença de Alzheimer. Antiácidos com citrato de magnésio ou carbonato são preferíveis.

Considere os probióticos e prebióticos. Os probióticos são bactérias “amigáveis” que ajudam a quebrar a comida e absorver nutrientes, enquanto também limitam o número de bactérias nocivas em seu intestino e ajudam a regular o sistema imunológico. Esses aliados bacterianos crescem naturalmente em seu trato intestinal, mas ficam destroçados com o stress, má alimentação e medicamentos (principalmente antibióticos). É por isso que eu digo a todos os meus pacientes que é importante tomar um suplemento probiótico regularmente para evitar indigestão crônica e promover a saúde digestiva.

Alguns probióticos necessitam de refrigeração; outros não. Você pode encontrar bons suplementos probióticos em lojas de produtos naturais e online. Eu particularmente gosto de suplementos probióticos que contêm as bactérias boas da estirpe Lactobacillus plantarum 299v, que vem sendo demonstrado em vários estudos clínicos como promovedores da digestão saudável e transmissão de benefícios de saúde específicos para o sistema cardiovascular.

As bactérias probióticas também podem ser encontradas em alimentos fermentados, tais como iogurtes, kimichi, tempeh e chucrute. Outros alimentos, como frutas, legumes, alcachofra de Jerusalém (um tubérculo parecido com gengibre), aveia, linhaça, cevada, dente de leão verdes, espinafre, couve e acelga – contêm compostos que alimentam as boas bactérias, prevenindo a indigestão crônica. Estes são chamados de prebióticos. As evidências sugerem que os prebióticos podem melhorar a sobrevivência e implantação de suplementos probióticos no trato intestinal.

Deixe uma pergunta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: